De Marco a 20 de Fevereiro de 2012 às 16:19
Boa tarde Paulo.

Estou de acordo com alguns pontos deste tópico, está na hora de trabalhar, está na hora de produzir, está na hora de deixarem trabalhar quem quer e principalmente está na hora de deixarem de fora deste labirinto político aqueles que se aproveitam do Estado para enriquecer e que de trabalhadores têm zero.

O Estado português está falido porque os seus gestores são e foram incompetentes.

O país está falido porque as pessoas, eu não, mas a sua maioria viveu acima das suas possibilidades, graças a uma oferta poderosa da banca que permitiu essa realidade.

Mas o país continuará falido enquanto seguirmos o caminho que está a ser seguido, ou melhor, parte dele, estou de acordo que o investimento público deve ser rigoroso senão mesmo nulo, estou de acordo que o Governo deve cortar nas gorduras do Estado, mas deve cortar nas gorduras mesmo e não como está a fazer, que apenas corta naqueles que já pouco têm ,... classe média produtiva.

Sem dinheiro não há consumo, sem consumo não há impostos. sem consumo investimento privado, sem investimento privado não emprego, nem crescimento... haverá mais e mais empréstimos que nunca serão pagos pois não há receita capaz de fazer face à despesa, cortes tu onde cortares.

Cumprimentos,


De Paulo Sousa a 21 de Fevereiro de 2012 às 23:57
O estado português está falido porque os seus gestores decidiram de acordo com a vontade dos portugueses.
O período de negação que ainda vivemos resulta exactamente disso. 90% dos portugueses que têm opinião acham que o Estado devia estimular a economia exactamente como o fez durante os 16 anos anteriores ao presente.
Chega a ser cómico ver comunistas a defenderam teorias Keynesianas... o economista que salvou o capitalismo no fim da Grande Depressão.
A saída será estreita e difícil e ainda é cedo para dizer que a política actual não é a adequada.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.